estatua de Marques de Pombal

 

A Praça Marquês de Pombal situa-se entre a Avenida da Liberdade e o Parque Eduardo VII. No centro ergue-se o monumento a Marquês de Pombal, inaugurado em 1934.

O despótico estadista, que conduziu o país para a Era do Iluminismo, governou entre 1750-77. A sua imagem, está no alto da coluna, com a mão pousada num leão (símbolo de poder), com os olhos virados para a Baixa.

Na base do monumento, as imagens alegóricas representam as reformas políticas, educacionais e agrícolas que efectuou. As figuras de pé representam a Universidade de Coimbra, onde criou uma nova Faculdade de Ciências. As pedras partidas na base do monumento e as ondas representam a destruição causada pelo Terramoto de 1755. As esculturas e inscrições no pedestal que relatam as proezas de Pombal podem ser vistas seguindo a passagem subterrânea para o centro da praça. A calçada em volta da rotunda está decorada com as armas de Lisboa.

Outrora chamada de Rotunda, foi aqui que tiveram lugar os acontecimentos decisivos que levaram à Proclamação da República Portuguesa em 5 de Outubro de 1910.

A praça é um importante nó da rede do metropolitano de Lisboa, com o cruzamento das linhas azul e amarela. Sob a praça passa ainda o Túnel do Marquês, extenso túnel rodoviário que liga o eixo da Avenida Fontes Pereira de Melo com a auto-estrada A5 e que se destina a servir os automobilistas dos concelhos a oeste de Lisboa.

Procurar no site

© 2008 Todos os direitos reservados.

loja virtual grátis Webnode